29 de dezembro de 2011

Bolo Caramelo de Pêssegos

  

Desde o dia que comprei este livro, fico sonhando com o bolo da capa, o tal Gâteau Peach Caramel (Bolo Caramelo de Pêssegos). Por ter comprado o livro em uma época em que os pêssegos nem sonhavam estar à venda, tive que conter a ansiedade.


Esta semana voltei do mercado com uma sacola de lindos e deliciosos pêssegos para testar a sonhada receita, e posso dizer que é realmente maravilhosa!!! O sabor faz jus à beleza da capa e o bolo fica super leve com uma combinação de ingredientes perfeita. O nome caramelo vem da cor da massa que fica com lindo tom de caramelo.




Deixo como sugestão de sobremesa para a ceia de Ano Novo e aproveito para desejar a todos um 2012 bem doce, cheio de aventuras, de preferência na cozinha!!!
Muita saúde e desejos realizados!!

Volto depois do dia 10 de janeiro com muitas receitas deliciosas!!!!! 

Espero vocês por aqui :)




RECEITA
Bolo Caramelo de Pêssegos (Caramel Peach Gâteau)
Receita adaptada do livro “Frame by frame – Baking”

Ingredientes:
Massa:
¾ de xícara de manteiga sem sal
¾ de xícara de açúcar mascavo
¼ xícara de açúcar refinado – não vai na receita
3 ovos batidos
1 colher (sopa) de essência de baunilha
1 ¼ xícara de farinha de trigo
½ colher (sopa) de fermento químico em pó
2 colheres (sopa) de leite.
Açúcar de confeiteiro para polvilhar

Recheio
3 pêssegos
1 xícara de creme fraîche – usei creme de leite pasteurizado (40% gordura) da Balkis
2 colheres (sopa) de xarope de bordo (maple syrup)  – usei 4 colheres


Preparo:
Massa
Pré-aqueça o forno a 180°C.
Unte com manteiga 2 formas redondas de 23cm de diâmetro. Forre com papel manteiga o fundo e unte também.
Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar mascavo e refinado. Quando formar um creme fofo, junte os ovos e a baunilha (nesta hora a massa pode talhar, mas não dará errado). Bata até homogeneizar. Junte a farinha, o fermento e o leite e bata novamente. Quando estiver bem homogêneo, divida a massa em 2 partes e espalhe uma parte em cada forma.
Leve ao forno por 25-30 minutos ou até a massa ficar dourada e o teste do palito sair limpo. Retire do forno e deixe esfriar

Recheio
Lave bem os pêssegos. Corte ao meio e depois em fatias.
Misture o creme de leite com o xarope de bordo. Reserve

Montagem
Espalhe o creme sobre um dos bolos e espalhe as fatias de pêssegos em círculos.
Cubra com o outro bolo e salpique açúcar de confeiteiro
(A receita original usa pêssegos espalhados no topo do bolo no lugar do açucar de confeiteiro)
  


22 de dezembro de 2011

Clafoutis de Cereja e uma pausa...

Este ano, mais do que nunca, me senti atropelada pelo Natal. E a cada ano que passa, tenho a sensação de que ele chega mais rápido!!
Estava desiludida, pois me faltava tempo até para postar uma receita que adoro e queria fazer isso antes das festas. Foi quando recebi de uma pessoa muito querida um e-mail com o texto “O Tempo”, de Mário Quintana. 

Eu já conhecia este belíssimo texto, mas naquele dia chegou na hora certa! Caiu como uma luva! Por que muitas vezes perdemos tempo com coisas insignificantes e deixamos de lado aquilo que realmente nos faz felizes???


Parei de lamentar o tempo que já foi e mergulhei na cozinha para testar esta receita clássica da confeitaria francesa, que, além de deliciosa e apropriada para esta época de cerejas frescas, é também uma ótima sugestão de sobremesa para o fim de ano. 

Deixo aqui o texto do Mário Quintana e meus desejos de FELIZ NATAL para todos!!!!!!

O Tempo (Mário Quintana)

“A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa. 
Quando se vê, já são seis horas! 
Quando se vê, já é sexta-feira! 
Quando se vê, já é natal... 
Quando se vê, já terminou o ano... 
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida. 
Quando se vê passaram 50 anos! 
Agora é tarde demais para ser reprovado... 
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. 
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e 
inútil das horas... 
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo... 
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo. 
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz. 
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais 
voltará.
 E agota a receita...




RECEITA
Clafoutis de Cerejas
Receita adaptada do livro “O mais belo livro da cozinha da França”

Ingredientes:
750g de cerejas frescas com caroçoo caroço deixa as cerejas mais saborosas
2 ovos
1 gema
150g de açúcar refinado
75g de manteiga sem sal derretida
75g de farinha de trigo
250ml de leite
Açúcar baunilhado para polvilhar – usei de confeiteiro

Preparo:
Pré-aqueça o forno a 200°C
Unte com manteiga uma forma de cerâmica resistente ao forno e de tamanho suficiente para caber todas as cerejas em uma só camada. Coloque as cerejas dentro dela. Reserve.
Misture os ovos e a gema em uma tigela, junte-lhes o açúcar e bata até a mistura ficar esbranquiçada. Junte a manteiga e bata. Peneire a farinha sobre a mistura e mexa bem, juntando em seguida o leite. Continue a bater até a mistura ficar homogênea. Espalhe a mistura sobre as cerejas.
Leve ao forno por aproximadamente 40 minutos ou até a massa ficar de cor acastanhada. Retire do forno e polvilhe com açúcar baunilhado (usei de confeiteiro).
Sirva morno, diretamente na forma.



19 de dezembro de 2011

Cookies de Chocolate e Nozes e o Amigo Secreto


Como vocês sabem, sou novata no mundo dos blogs, mas estou adorando este universo.
Quando soube que o blog CineBistrô faria um amigo-secreto entre blogueiros de culinária de todo Brasil, não hesitei em participar. Não conheço pessoalmente nenhum dos participantes, mas nossos interesses comuns pela gastronomia e o convívio virtual diário nos aproxima.

Passei dias pensando no presente da minha amiga secreta, com tanto carinho como se a conhecesse. Ao mesmo tempo, ansiosa para saber quem me tirou. A expectativa da chegada do presente estava me matando!!!!

E na semana passada recebi da querida Sandra um presente lindo de morrer!!!! A Sandra é arquiteta e design e tem um blog delicioso de culinária o Receitas do Caldeirão da Bruxa Solar. Vale a pena conferir!!!
Ela me presenteou com uma tábua em madeira desenhada por ela em formato de porquinho que é um LUXOOOO! E ainda mandou bolachinhas, pegador de panela, uma faca super original e um cartão cheio de carinhos...obrigada Sandra! Amei tudo!

(Ah, a receita da bolachinha já está no blog dela. Para conferir clique aqui. Não percam, pois é di-vi-na!!




















O meu presente viajou para a cidade maravilhosa para a querida Adriana escritora do blog Casa, Coisas e Sabores. Um blog fofo, cheio de delicias, dicas, mimos para casa e mais.  Façam uma visitinha por lá.
E lá foi um avental (claro!), uma toalhinha combinando, uma tábua de vidro, um bloquinho para anotações de compras e uns quitutes, entre eles, os Cookies de Chocolate e Nozes onde posto a receita abaixo. Espero que ela tenha gostado!

Pessoas fofas: espero um dia conhecê-las de verdade!!!

E agora vamos à receita...




RECEITA
Cookies de Chocolate e Nozes


Ingredientes:
140g de açúcar refinado
100g de açúcar mascavo
150g de manteiga sem sal
1 ovo
250g de farinha de trigo
5g de fermento em pó
1 pitada se sal
120g de gotas de chocolate meio amargo – usei Callebaut 70%
70g de nozes picadas
Essência de baunilha a gosto


Preparo
Pré-aqueça o forno 180 ºC.
Bata a manteiga com os açúcares até obter um creme leve e fofo.
Adicione a baunilha e o ovo e bata bem.
Misture aos poucos a farinha de trigo peneirada com o sal e o fermento.
Fora da batedeira, junte as gotas de chocolate e as nozes e misture bem.
Espalhe a massa em papel filme e enrole no formato de um salame e leve à geladeira por mais ou menos 1 hora.
Unte uma assadeira com manteiga e farinha. Corte em rodelas do tamanho desejado (eu fiz de 2 cm) e leve ao forno aproximadamente 10-15 minutos.

Obs: Deixe espaço entre um cookie e outro, pois a massa aumenta de tamanho quando assa.

Rendimento: 25 cookies





10 de dezembro de 2011

Panetone de Cereja, Chocolate e Amêndoa



Cansada de comer panetones com aquele sabor de industrializado ou com forte aroma de essências, este ano resolvi fazer meu próprio panetone! Adaptei uma receita de massa que aprendi no meu curso de confeitaria, mudei o recheio fui para a cozinha!
Por comodismo ou correria, comuns nessa época do ano, eu nunca tinha feito panetone em casa, mas só posso falar uma coisa: a partir de agora todo ano terá farei meu próprio panetone!

Observação:
Como a massa é rica em recheio, é necessário fazer uma pré-fermentação que chamamos de “Esponja”

 



RECEITA
Panetone de Cereja, Chocolate e Amêndoas
Rendimento: 1 panetone de 500g

Ingredientes:
Esponja
15g de fermento biológico fresco
1 colher (sopa) de açúcar refinado
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de leite morno aproximadamente (ou o quanto baste para deixar a mistura mole tipo massinha)

Massa
250g de farinha de trigo
110ml de leite morno aproximadamente
90g de açúcar
3g de sal – usei ½ colher (chá)
1 ovo
10g de manteiga sem sal
1 laranja (raspas)
80g de gotas de chocolate amargo – usei Callebaut 70% (se não tiver gotas, pode usar chocolate picado)
70g de cereja (em calda) picada
50g de amêndoas sem pele picadas

Para decorar
Amêndoas em lascas – opcional
Açucar de confeiteiro – opcional

Preparo:
Esponja
Misturar todos os ingredientes até a textura de uma massinha mole. Deixe descansar coberto com um plástico até que espume (foto abaixo)


Massa
Misture a farinha e o açúcar e faça uma coroa no centro. Junte o fermento, o ovo e o leite aos poucos. Vá misturando os ingredientes do centro para fora e adicionando o leite à medida que for necessário. Junte as raspas de laranja, a manteiga e por último o sal. Sovar a massa por uns 10 minutos até que fique lisa e homogênea. A massa é um pouco grudenta. Deixe descansar coberta com um plástico em lugar morno até que dobre de volume.
Quando crescida, junte a cereja, o chocolate e as amêndoas e sove mais um pouco para que os ingredientes fiquem bem espalhados pela massa. Coloque em uma forma de papel própria para panetone (tamanho de 500 gramas). Deixe crescer novamente até dobrar de volume. Salpicar amêndoas em lascas no topo.
Assar em forno pré-aquecido a 160°C por aproximadamente 30-40 minutos ou até a superfície ficar dourada.
Salpicar açúcar de confeiteiro.





5 de dezembro de 2011

Bolo com pêssegos e ameixas






Dezembro mal começou e a minha vida já anda uma loucura: final de curso, provas, encontros, presentes, cardápios, família, decoração de Natal atrasada, blog quase abandonado e por aí vai....

E nesse corre-corre, finalmente consegui testar uma receita que estava na minha infinita lista de testes.
A receita original é um bolo coberto com ameixas frescas, ainda que tenha mudado um pouquinho as medidas originais, além de ter aproveitado uns pêssegos que estavam deliciosos. Ficou bem leve e uma delícia!

Aliás, eu adoro as frutas desta época do ano: cerejas, ameixas, pêssegos, uvas....são de uma doçura sem igual e diferentes das frutas de sempre...para aproveitá-las pretendo testar mais algumas receitinhas com elas até o final do ano...isso se a correria permitir!!





RECEITA
Bolo com Pêssegos e Ameixas
Receita adaptada do programa “A Cozinha Caseira de Annabel” (GNT)


Ingredientes:
(*) Fiz metade da receita abaixo

300g de manteiga
1 e 1/2 xícara de açúcar – para ½ receita usei 1 xícara
3 ovos – para ½ receita usei 2 ovos
1 xícara de iogurte natural – para ½ receita usei 1 pote
3 e 1/2 xícaras de farinha de trigo com fermento
12 ameixas frescas pequenas (sem caroço) – usei 2 ameixas e 2 pêssegos
Raspas de limão siciliano
Baunilha à gosto
Açúcar de confeiteiro para decoração

Preparo:
Pré-aquecer o forno a 180°C .
Bater a manteiga e açúcar até ficar fofo. Adicionar os ovos um de cada vez. Acrescentar as raspas de limão e a baunilha. Juntar os demais ingredientes e mexer na mão.
Colocar na forma desejada e espalhar por cima as ameixas e os pêssegos fatiados. Não precisa afundar, pois o bolo cresce e afunda naturalmente.
Assar por 35-40 minutos ou até o teste do palito sair limpo.
Salpicar açúcar de confeiteiro.

Rendimento:
Para ½ receita: usei 3 formas de coração (8x8cm) + 4 formas redondas (9cm diâmetro) + 1 forma de bolo inglês (20x8cm)




29 de novembro de 2011

{Aventuras por aí} São Paulo

Sabe aquela história de lista de 1000 lugares para conhecer antes de morrer??? Eu não tenho uma lista dessas, mesmo porque, se tivesse, a minha teria muito mais do que 1000 lugares, mas há tempos eu estava doida para conhecer 2 cafés em São Paulo e, em uma viagem rápida de fim de semana, tive a oportunidade de visitá-los...

Um deles é a Pâtisserie Douce France, do premiado chef francês Fabrice Le Nud. Uma charmosa confeitaria localizada nos Jardins. O local, com estilo francês, lembra muito os cafés parisienses. A vitrine de doces é fantástica! A vontade é de experimentar todos, mas como o preçinho não é nada “simpático”, é preciso escolher um deles. Optei pelo Mil-folhas (especialidade da casa) e o Desiré (um doce com várias camadas de chocolate de diferentes texturas). Ambos divinos!
Consegui tirar algumas fotos do local, mas na hora da foto da sobremesa, a máquina ficou sem bateria (Lei de Murphy????). Por isso, acabei buscando as imagens na internet.

Fonte: Revista Época (Desiré) e Pâtisserie Douce France /site (Mil Folhas)

O outro local visitado foi o Lá da Venda, da chef Heloisa Bacellar. Um lugarzinho surpreendente, descontraído, uma mistura de lojinha e café cheio de estilo. A cara da Vila Madalena. Além de comer as delícias, você pode comprar os “badulaques” que ficam expostos na venda, que vão desde um simples guardanapo até panelas, tapetes, louças, etc...


Posso falar que o pão de queijo de lá é o melhor que já comi na vida! È diferente de qualquer outro e o bom é que dá para comprar congelado e levar para casa! Como sobremesa, experimentei a torta de peras e amêndoas servidas com sorvete artesanal de baunilha que era per-fei-ta!!! Preciso falar mais alguma coisa????



Se você tem ou não tem uma lista de lugares para conhecer antes de morrer não importa! Fica a minha dica aqui desses 2 lugares fabulosos!!!


23 de novembro de 2011

Muffim Floresta Negra



Sabe quando bate aquela vontade louca de comer alguma coisa??????? Isso acontece com frequência comigo, (rsrsrs) mas nem sempre eu tenho tempo, disposição ou ingredientes disponíveis para satisfazer os meus desejos malucos por comida!

Outro dia, a vontade era de comer Bolo Floresta Negra. A combinação chocolate+cereja+chantilly não saía da minha cabeça. Ao mesmo tempo, não queria fazer um bolo grande, pois como eu conheço bem o meu “auto-controle”, eu comeria o bolo inteiro em 2 dias!! Não...não era o caso. Uma fatia e já ficaria feliz.

Então, decidi fazer uma versão menor e mais rápida em formato de muffim. Assei a massa de chocolate em forminhas individuais, cobri com uma ganache de chocolate e dei o toque “floresta negra” com a decoração de chantilly e cereja. E posso dizer que a minha versão simplificada me deixou bem feliz no momento....ou até o próximo desejo pelo menos....J



RECEITA
Muffim Floresta Negra
A receita da massa é do livro “Cupcakes – Ed Larousse” (Cupcake de Brigadeiro), mas você pode usar qualquer receita de bolo de chocolate de sua preferência.

Ingredientes:
Fiz metade da receita de massa abaixo – Rendimento 6 muffins

Massa
100g de farinha de trigo
20g de cacau em pó
1 colher (chá) de fermento em pó
100g de açúcar
2 ovos
90g de manteiga sem sal derretida
90ml de leite integral
60g de chocolate meio-amargo picado

Ganache
100ml de creme de leite fresco
100g de chocolate meio-amargo

Chantilly
70ml de creme de leite fresco (gelado)
1 colher (sopa) de açúcar refinado

Preparo:
Massa
Pré aqueça o forno a 180°C.
Misture a farinha, o cacau em pó e o fermento. Reserve
Em outro recipiente, misture o açúcar, os ovos, a manteiga derretida e o leite.
Junte as duas misturas e mexa até a massa ficar homogênea. Acrescente o chocolate picado e mexa.
Divida a massa em forminhas e leve ao forno por cerca de 20 minutos, ou até o teste do palito sair limpo.

Ganache
Pique o chocolate finamente.
Ferva o creme de leite e junte ao chocolate picado. Mexa até a mistura ficar homogênea.

Chantilly
Na batedeira, bater o creme de leite com o açúcar até a consistência de chantilly (cuidado para não passar do ponto, pois o chantilly pode virar manteiga!).
Coloque no saco de confeitar  e reserve - usei bico pitanga médio

Montagem
Mergulhe a parte de cima dos bolinhos na ganache (ou se preferir utilize uma espátula).
Decore com o chantilly e coloque uma cereja.
Coloquei umas raspinhas de chocolate em cima (opcional)

17 de novembro de 2011

Madeleines


“...pequena concha de bolo, tão generosamente sensual sob a piedade dos seus sulcos severos”
(Marcel Proust – sobre as Madeleines)


Madeleines são pequenos bolinhos típicos franceses, aromatizados com laranja ou limão, bem fofinhos e fáceis de fazer. Até aí tudo perfeito, não fosse o detalhe de que esses bolinhos devem ser assados em uma forma com formato de concha, pois aí é que mora o “problema”.
Há séculos estou em busca das famosas formas de concha para madeleines, pois aqui são um pouco difíceis de encontrar. Claro que eu poderia improvisar usando qualquer outra pequena forma, mas quando o assunto está relacionado aos “clássicos da confeitaria”, gosto de seguir à risca a receita.

Eis que um dia, navegando por um site de utensílios de cozinha, me deparo com as famosas forminhas. Comprei correndo e depois de alguns dias aflita esperando a tal forma chegar, eis que chegaram na última segunda feira. Não poderia ser em um dia melhor: véspera de feriado, chuvinha caindo, marido em casa e uma tarde perfeita para a estréia das minhas madeleines.....ahhhh madeleines....  




RECEITA
Madeleines
Receita adaptada do IGA (Instituto de Gastronomia)

Ingredientes:
4 ovos
170g de açúcar refinado
1 limão (raspas) – usei 1 laranja
180g de farinha de trigo
5g de fermento em pó químico
1 pitada de sal
200g de manteiga sem sal
10g de mel – usei 1 colher de sopa
RENDIMENTO - aproximadamente 45 unidades

Preparo:
Pré-aqueça o forno a 180°C. Untar com manteiga e enfarinhar forminhas de madeleines Bater os ovos com o açúcar até branquear. Perfumar com as raspas de laranja (ou limão). Peneirar a farinha com o fermento e o sal e juntar à preparação anterior.
Adicionar a manteiga derretida e por último o mel.
Colocar a massa em um saco de confeitar (sem bico). A massa é um pouco líquida. Cortar a ponta do saco com uma tesoura e encher as forminhas até 2/3 de sua capacidade.
Levar ao forno por 12 a 15 minutos ou até dourarem e o teste do palito sair limpo.



10 de novembro de 2011

Bolinho de Banana Caramelizada e Amêndoas



 Eu sou assim, às vezes, quando vejo uma receita, tenho vontade de testá-la, mas, não sei porque, ela acaba caindo no esquecimento, para ser resgatada da minha memória meses depois. Por outro lado, algumas receitas despertam em mim aquele senso de urgência, do tipo: “Preciso testar essa receita agora!!!!”. Enfim, não tem explicação...

Um desses “momentos de urgência” ocorreu quando, ao assistir o programa Cozinha Caseira (Canal Bem Simples), vi esse “Muffim de Banana Caramelizada e Nozes”. Anotei a receita, corri para a dispensa para conferir se tinha todos os ingredientes, que, para a minha surpresa, estavam todos lá exceto as nozes. Como não podia conter a minha ansiedade, substituí as nozes por amêndoas e testei naquela tarde mesmo!

Em vez de muffins com cobertura de merengue, fiz bolinhos simples para tomar com café.
Com algumas modificações, mas sem alterar muito a idéia do bolo, segue a minha versão.



RECEITA
Bolinho de Banana Caramelizada e Amêndoas

* Fiz metade da receita abaixo e rendeu 5 forminhas de 10 cm de diâmetro

Ingredientes:
Banana Caramelizada
3 bananas nanicas bem maduras
50g de açúcar
1 colher (sopa) de manteiga

Massa
4 ovos
300g de açúcar
120ml de óleo de milho
120ml de leite
1 colher (chá) de canela em pó
1 colher (chá) de essência de baunilha
240g de farinha de trigo
100g de amêndoas sem pele picadas grosseiramente (ou nozes)
1 colher (sopa) de fermento em pó

Preparo:
Banana Caramelizada
Cortar a banana em rodelas e levar ao fogo com a manteiga e açúcar até caramelizar. Reservar

Massa
Pré-aqueça o forno a 180°C. Untar com manteiga e farinha a forma que será usada.
Bater os ovos com o açúcar até ficar um creme fofo. Acrescentar o óleo em fio com a batedeira ligada. Juntar o leite, a baunilha e a canela. Bater. Em velocidade baixa, acrescentar a farinha em colheradas e aos poucos. Juntar o fermento, as nozes e a banana e bater rapidamente. Despeje a massa na forma (ou em forminhas de muffins) e asse por 20 a 30 minutos ou até o teste do palito sair limpo.